Estudos Cristãos: O Bom Samaritano

0
3682

A parábola do bom samaritano foi dada para ilustrar o importantíssimo mandamento da lei:

“Amarás o teu próximo como a ti mesmo”.  Nessa importante parábola aprendemos que:

1º Jesus nos ensina um importante princípio da ética humanitária: o próximo pode ser uma pessoa inteiramente desconhecida;

2º Que o “próximo” pode ser de uma raça diferente, e até mesmo rejeitada ou desprezada;

3º o “próximo pode ser pessoa de outra religião, até mesmo conhecida como herética.“Próximo” não significa meramente a pessoa que mora por perto, mas qualquer um com quem entremos em contato.  Aprendemos, desde o Antigo Testamento, que os cuidados de Deus por toda a humanidade devem manifestar-se nas vidas de todos quantos são chamados “povo de Deus”.

Não basta falar de Cristo; é necessário viver e agir como Cristo.  Nossa pregação deve ser a nossa vida, que deve tornar-se a imagem de Cristo.  Nossa relação com o nosso próximo deve seguir o exemplo de Cristo, que em nenhum momento humilhou ou menosprezou pessoas.  “Ninguém deve colocar limitações no amor ao próximo, antes, pelo contrário, a pessoa deve querer fazer o bem ao próximo quanto gosta de fazer o bem a si mesmo”.  Em Mateus 12:20 aprendemos que Jesus não humilha as pessoas, ao contrário, Ele conserta vidas quebrantadas, levanta o ânimo dos abatidos, demonstrando amor e misericórdia até mesmo para com os abandonados e excluídos pela sociedade hipócrita e injusta que trata as pessoas pela aparência, esquecendo-se que Deus “dá importância à disposição e caráter interiores do ser humano” (1º Samuel 16:16).
Outrossim, Jesus mostra a ineficácia da religiosidade aparente.  Nem o levita nem o sacerdote, conhecedores da Palavra, demonstraram amor e misericórdia para com o homem ferido.  Porém, um samaritano, raça desprezada pelos judeus teve a atitude de amor que a lei exigia.  Em I João 4:20 lemos que se alguém diz que ama a Deus mas odeia o seu próximo, esse é mentiroso, pois quem não ama o seu próximo a quem vê, não pode amar a Deus a quem não vê.  Para Jesus não há fronteiras, nem raça, nem cor, nem crença, nem condição social.  Qualquer forma de discriminação é pecado que desagrada o bom Deus, que não faz acepção de pessoas.  Reflita sobre o seu passado e olhe o seu próximo com misericórdia e amor.  O seu olhar reflete o que vai no seu coração, e Deus o vê como ele realmente é.  Ele não julga pela aparência…  (Rev.  Enoc Teixeira Wenceslau)

Artigo anteriorDevocional – Um padrão diferente
Próximo artigoReflexão Cristã: Qual é a parte mais importante pra você?
A Pastora Regiane Vargas é uma mulher que vive sua vida em favor de sua família e, acima de tudo, em servir a Deus. Trabalhando em conjunto com seu marido, ela pastoreia e ministra vidas, sempre dedicada àqueles que Deus coloca em seu caminho. Seu principal objetivo é edificar o Corpo de Cristo e ajudar a todos a alcançar a Plenitude de Cristo, como mencionado em Efésios 4:13. Para isso, ela criou os Estudos Cristãos e dedica-se a eles com amor e carinho. Com sua dedicação e amor por Deus, a Pastora Regiane Vargas tem sido uma inspiração para muitos em sua caminhada espiritual. Ela tem um coração bondoso e compassivo e sempre busca ajudar aqueles que precisam de apoio e orientação. Sua contribuição para a comunidade cristã é inestimável e ela é um exemplo de serva fiel de Deus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here