Reflexão Cristã: Síndrome de Gafanhoto

Há pessoas que são como os dez espias Israel.  Eles eram príncipes, nobres, homens de valor.(Nm 13.1-3; 23-33)

Foram escolhidos criteriosamente por serem homens fortes, inteligentes, líderes representantes ilustres de suas tribos.  Moisés os enviara a Terra prometida para depois, com relatos vivos, incentivarem o povo a lutar com galhardia na sua conquista.

Eles passaram lá quarenta dias e ficaram deslumbrados com a exuberância da Terra.  Era uma terra fértil, boa, que manava leite e mel.  Era tudo quanto Deus já havia falado.  Voltaram com os frutos excelentes da terra.  Todavia, na hora de dar o relatório, disseram a Moisés e ao povo que a Terra era boa, mas devorava os seus habitantes.

A terra manava leite e mel, mas eles não conseguiriam entrar lá; pelo contrário, morreriam no deserto, comendo pó, pois lá havia gigantes ameaçadores e imbatíveis, e aos olhos deles eram como gafanhotos.

Tem muita gente assim por aí, com essa síndrome de gafanhoto.

Eles eram príncipes, mas se sentiram diminuídos diante dos gigantes.  Eram nobres, mas sentiram-se desprezíveis; eram valorosos, mas sentiram-se como insetos.  Foram tomados por um sentimento doentio da própria desvalorização…

Determine isso em sua vida meu amado irmão e minha amada Irma, você não é um gafanhoto, você é um príncipe..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here