Pensamento Cristão: Qual o sabor de seus e_mails?

Qual o sabor do seu e-mail?

Ué!  E e-mail tem sabor?  Ah, tem sim!  Quando abro a minha caixa postal, e dou uma olhada nos remetentes que me entupiram a caixa de entradas, posso sentir o sabor de muitos deles, porque, de certa forma, já sei qual será o tema de suas palavras.  Outros, contudo, são desconhecidos, e tenho que degustá-los antes.

Quais são os sabores dos e-mails?

DOCES – Aqueles que nos dirigem palavras boas, agradáveis, dóceis, éticas.  Dá gosto ler esses e-mails.  Eles são como brigadeiros de festa, ou sorvete na sobremesa.  A gente come e tem vontade de repetir!

AMARGOS – São tais quais alosna, ou queijo misturado com soro: um fel danado!  Tudo o que dizem é “tudo vai mal, tudo está ruim, não tem mais jeito, ninguém presta, não confio em ninguém, etc”.  Esses e-mails dão-me azia.  Fazem mal à saúde.  Geralmente, se eu não estiver prevenido, estragam um pouco o meu humor.

SALGADOS – Há e-mails salgados demais.  São aqueles que não perdoam; acusam sem dó nem piedade.  Não apenas acusam, mas formam verdadeiras CPIs contra os acusados, sejam eles pessoas ou ideologias.  Nossa, ao lê-los, pensamos que o mundo caiu, que uma revolução estourou, ou que a última trombeta já tocou!  Passamos a crer que há uma conspiração por trás de tudo, e que não há mais qualquer esperança.  Você já recebeu algum e-mail assim?

PICANTES – Ah, esses e-mails picantes!  Chegam sorrateiros, quietinhos, e, quando os abrimos, tomamos aquele susto: é pimenta pura!  Acendem as chamas até dentro de uma tina dágua!  Alguns são eróticos, e-mails não solicitados, invasão de nossa privacidade.  Outros, insinuantes, fazendo-nos desconfiar da fé, das atitudes, das pessoas, da moral.  Outros são álbuns fotográficos desmoralizadores, muitos construídos num photoshop de luxo, jogando na lama na moral de alguém.  E é interessante: nosso velho “eu” aprecia isso, enquanto nosso “novo homem” rejeita.  Uma provocação e tanto!

ESTRAGADOS – Xiii…, tem também aqueles e-mails que estão estragados, putrefados, já em fase de decomposição.  Eles chegam a nós em forma de correntes, fotos de meninas cobertas de chagas, correntes mirabolantes de sucesso financeiro, etc.  Alguns são heresias travestidas de coisas tão justas e perfeitas, tão aceitáveis, e que, se praticadas, nos levarão para tão distantes do Criador!  Esses e-mails são, muitas vezes os mais bonitinhos.  Entretanto, assim como um caldeirão de feijoada brilhante, mas estragada, assim é um e-mail estragado: os efeitos são devastadores!

ACEBOLADOS – Esses são os e-mails à la mexicanos.  “Oh, Carlos Daniel, ó, Maria Quitéria!” E choram, e choram…  Como dizem os gibis, “chuif..” Eu mesmo sou autor de alguns assim.  E quem não gosta de uma cebolinha, de vez em quando?  Sem esses temperos, a vida ficaria sem graça.  Como ouvi num filme, dias atrás, “O amor pode não mover o mundo, mas dá sentido à vida”.  E é verdade.  Estórias ou histórias de amor, ou testemunhos de vitórias, ou ilustrações construtivas, fazem bem à alma e apetecem o paladar de cada um de nós.

INSOSSOS – Esses, nos dizeres do caboclo, “nem fedem, nem cheiram”.  Chegam mortos, vão pro lixo mortos.  São aqueles cheios de números, cheios de informações riquíssimas, mas de nenhuma utilidade.  São aqueles que não solicitamos, e que nos são enviados mesmo assim.  E-mails indiferentes, que podem ser interessantes para tantos, mas que não fazem a menor diferença para nós.  Coisas do tipo: o tamanho da barba de Arão, quantas vezes se abre os olhos por dia, o papel da poeira dentro do mecanismo de um relógio, ou coisas assim.

A vida seria chata, se tudo fosse doce.  A heterogeneidade dos sabores é que dá sentido a uma refeição farta, exceto daquilo que é estragado.

E este e-mail, de que gosto é?  E o seu, de que gosto será?  Crie a sua própria classificação, e divirta-se com sua conta de correio eletrônico!

Pastor Wagner Araújo 

Artigo anteriorReflexão Cristã: A Bíblia e o Espelho
Próximo artigoEstudos Cristãos: Falsos Mestres
Esposa, mãe, serva e amante de Deus. Trabalha juntamente com seu esposo pastoreando e ministrando vidas nas quais Deus os confia! Tem como foco principal a edificação do Corpo de Cristo para que todos nós alcancemos a Plenitude de Cristo (Efésios 4:13) Por isso criou Estudos Cristãos e dedica-se a ele com muito amor e carinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here