Reclamar ou Clamar ?

Reclamar ou Clamar ?

Reclamar parece ser uma atitude das mais comuns quando alguma coisa ou muitas coisas não dão certo em nossa vida. É o que geralmente a maioria faz quando se vê em circunstâncias difíceis ou mesmo sem saída. Todo mundo passa por isto. Estamos bem quando tudo está bem. Mas como vivemos no mundo, encontramos problemas de todos os tipos, nas pequenas e grandes coisas, a tendência nossa é reclamar, isto é, murmurar.


Quando murmuramos estamos tendo momentos de incredulidade e rebeldia contra Deus. O Povo de Israel, como já é conhecida a história, sofreram quarenta anos no deserto, porque constantemente murmuravam, mesmo Deus nunca ter deixado faltar nada entre o povo.

” E todos os filhos de Israel murmuraram contra Moisés e Arão; e toda a congregação lhes disse: Antes tivéssemos morrido na terra do Egito, ou tivéssemos morrido neste deserto! ” ( Números 14:2 )

No Egito apesar do povo ser escravo e fazer o serviço mais pesado, comiam bem. ” Lembramo-nos dos peixes que no Egito comíamos de graça, e dos pepinos, dos melões, dos porros, das cebolas e dos alhos.” ( Números 5:11 ) Por isso reclamavam tanto dos alimentos. Suas vestes não se gastavam e nem houve problemas de inchaço nos pés, ” Não se envelheceram as tuas vestes sobre ti, nem se inchou o teu pé, nestes quarenta anos.” Mas apesar de Deus sempre estar atendendo o pedido do povo, não conseguiam ver a providência divina no meio deles.

Parece-me que o povo de Deus ainda não conseguiu desvencilhar ainda desta má herança do passado. Muito ainda, deixam de ganhar as dádivas de Deus, porque reclamam, mesmo quando Deus está sempre nos amparando e atendendo todas as necessidades. Há os que não recebem de Deus, porque pedem mal, diz a Palavra ( Tiago 4:3 ) Mas somos acostumados a não agradecer à Deus pelo pouco ou muito que nos dá. Achamos que é sempre insuficiente. Sempre queremos mais e mais, e comparamos nossa alegria de vida pelo que possamos ter, e não pelo que somos perante Deus.

Enquanto estivermos neste mundo, iremos passar por situações que possivelmente vai nos contrariar e nos aborrecer, quando não causa grandes danos. Como temos que agir? será que adiantará esbravejar, bater o pé, murmurar por não dar certo algo que planejamos como queríamos, ou será que temos que mudar nossos hábitos? A segunda opção foi sempre o desejo de Deus no Antigo Testamento e ainda é nos nossos dias. Adversidade acontecem para nos aperfeiçoar e nos tornar melhores. Somos provados para sermos aprovados.

Nosso costume normal de todos os dias deveria ser clamar nas lutas, e glorificar a Deus por estar passando pelo vale estreito e cheio de perigos. Davi já afirmava: ” Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.” ( Salmo 23:4 ) Quando clamamos à Deus e louvamos o seu nome enquanto andamos pelo vale, Ele nos fará passar sem perigo algum, nos fará chegar do outro lado são e salvo, mesmo que durante o caminho Ele venha nos corrigir e tratar conosco em nossas atitudes. Se agimos pelos impulsos, estamos dando evasão ao inimigo, que irá fazer tudo para nos desmoralizar e manchar o nome de Cristo.

De hoje em diante comece mudar seu modo de reagir perante a vida. Se você levantou e não tem o que comer, clame a Deus e louve. Ele irá providenciar. Se o carro quebrou, o vizinho te ignorou, seu melhor amigo te abandonou, ou tudo deu errado no trabalho, clame pelo livramento e louve ao Senhor, glorifique ao Deus eterno pelos momentos ruins que não permanecerão, mas passarão para o nome de Deus ser exaltado.

Que todos nós possamos exercitar a dar graças à Deus em tudo, seja qual for a circunstância. ” Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco”. ( I Tessalonicenses 5:18 ), porque Deus sabe onde age em nós e porque age, porque tudo concorre para o bem, daqueles que amam à Deus e fazem a Sua vontade . ” E sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” ( Romanos 8:28 ) Portanto, em vez de reclamar e deixar -se dominar pelas palavras e emoções que trazem perturbações, clame e declare já sua vitória em louvor glorificação e adoração ao nosso Deus amoroso que nunca deixa de ouvir a oração do nosso coração. Esta sim, é a vontade do Pai.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here