Dia dos Pais !

0
3317
Dia dos Pais !

“Assim como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece daqueles que o temem”- Salmo 103:13.

Próximo domingo é um dia festivo, pois é conhecido como “dia dos pais”, todavia, para alguns pode ser que tal data não se compatibilize com seus sentimentos que distorcidos por uma vida difícil e em meio a tantas aflições, já não acalentam esse folguedo na alma. Afinal, somos humanos e como tal temos sentimentos, portanto, quando somos decepcionados por quem mais amamos isso nos causa traumas que poderão – se não tomarmos cuidado – interferir em nossa conduta pelo resto de nossas vidas.

Pode ser que você, assim como eu, não tenha o pai que desejaria ter, haja vista as decepções advindas ao longo da caminhada. Aliás, quando crescemos temos mesmo a tendência de achar que nossos pais não são tudo o que imaginávamos que fossem.

Bem, mas chega o dia dos pais e, logicamente, as memórias se realinham, então temos a chance de OU demonstrarmos que o amor de Deus em nossas vidas…tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta OU continuaremos amargurados e martirizados como que possuindo uma bolsa de veneno dentro do peito e que de tempo em tempo um pouco dele se derrama em nossa corrente sangüinea nos envenenando um pouco mais.

Aprouve ao Senhor unir um homem e uma mulher para que dessa união nós viéssemos a existir. É preciso entender isso para que nossos pais não sofram injustiças como se quiséssemos colocar culpa neles por contratempos que vivemos. O Salmo 139:14-16 deixa claríssimo o posicionamento divino quanto ao nosso nascimento quando afirma: “Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia”.

Percebemos claramente que o Senhor é o maior interessado em nossas vidas e que Ele é quem de fato vela por nossas almas desde antes de sermos realmente formados como pessoa, portanto Ele é de fato e de verdade nosso Pai.

O pai terreno, seja ele branco, negro, mulato, índio, rico ou pobre, com recursos ou sem recursos, morando numa mansão ou numa casinha rudimentar, pós-graduado ou apenas com o primário ou mesmo analfabeto…ele é a pessoa neste mundo, cujo Senhor confiou a tarefa de fornecer a “matéria-prima” para sua existência, portanto, o valorize por tal ato de bravura.

É errado focar nossos pais do ponto de vista crítico questionando a maneira como viemos ao mundo. Por que nascemos neste país; por que ele tem que ser meu pai; por que ele faz isso, aquilo ou aquiloutro ? Cada pai dará conta no dia do juízo por si mesmo, sua família e seus filhos. Não compete aos filhos julgá-los. Não compete argüir-lhes. As vezes erram, mas querendo acertar, afinal, não foram “pais” antes !

O que compete aos filhos é HONRÁ-LOS, pois se tal acontecer, serão bem sucedidos neste mundo e ainda terão longa vida. Inclusive, quando a Palavra convoca os filhos para “honrar” pais, não impõe condição, ou seja, não está escrito: “honre teu pai, somente se…”. A honra é devida sempre !

O que vai produzir essa honra aos pais – mesmo que do nosso ponto de vista eles não mereçam ?

Vai proporcionar Deus se revelar como Pai de modo que tudo o que esperamos de nossos pais terrenos e eles falharam, Deus suprirá numa boa medida, recalcada, sacudida e transbordante e jamais falhará.

Sou um testemunho vivo disso que estou escrevendo. Permaneci longo nove anos sem conversar com meu pai e sem perdoá-lo, afinal – EU É QUE ESTOU CERTO, pensava eu…mas o dia que resolvi procurar meu pai – com todos seus defeitos – e pedir-lhe perdão, minha vida mudou completamente em TODOS os sentidos.

Deus começou a se revelar a mim como aquele “pai” de uma maneira que jamais poderei explicar a você com palavras.

Só mesmo honrando aos pais terrenos (independente de quem ou como são) e sendo fiel ao Senhor, para permitir que Ele se revele a nós como Pai, pois, se Ele foi o primeiro a nos acompanhar nessa jornada terrena (Salmo 139), igualmente nos propiciará companhia de um paizão que espera um dia nos reencontrar lá na glória !

Veja, honrar pai não significa concordar com as coisas que praticam, mas honrar a pessoa como seu progenitor. Disso Deus se agrada !

Procure seu pai – se ele ainda está vivo – dê-lhe um abraço, perdoa-lhe e saiba que ele foi apenas uma “ferramenta” de Deus para trazer-lhe ao mundo e que seu negócio de fato e de verdade é com o Verdadeiro Pai !

por Vilson Ferro Martins

Artigo anteriorReflexão Cristã: João 3:16
Próximo artigoMensagem Cristã: Um Pai exemplar !
A Pastora Regiane Vargas é uma mulher que vive sua vida em favor de sua família e, acima de tudo, em servir a Deus. Trabalhando em conjunto com seu marido, ela pastoreia e ministra vidas, sempre dedicada àqueles que Deus coloca em seu caminho. Seu principal objetivo é edificar o Corpo de Cristo e ajudar a todos a alcançar a Plenitude de Cristo, como mencionado em Efésios 4:13. Para isso, ela criou os Estudos Cristãos e dedica-se a eles com amor e carinho. Com sua dedicação e amor por Deus, a Pastora Regiane Vargas tem sido uma inspiração para muitos em sua caminhada espiritual. Ela tem um coração bondoso e compassivo e sempre busca ajudar aqueles que precisam de apoio e orientação. Sua contribuição para a comunidade cristã é inestimável e ela é um exemplo de serva fiel de Deus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here