Família Cristã: A Família de Deus

Família Cristã: A Família de Deus



“Eis aqui minha mãe e meus irmãos.” (Mateus 12:49)

Jesus fez uma interrogação: “Quem é minha mãe? E quem são meus irmãos?” O Mestre responde à sua própria pergunta, ao estender a mão para os seus discípulos e, segundo Marcos e Lucas, para os outros seguidores ao seu redor, dizendo: “Qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, irmã e mãe.”


Jesus veio ao mundo para fortalecer a família do seu Pai, fazendo-a crescer até aos confins da terra e consolidando-a sobre os princípios que Ele mesmo ensinou e viveu. Ele não podia depender de sua família terrena para ajudá-lo na sua obra messiânica. Os seus nem o compreenderam durante todo o seu ministério na terra. Uma das coisas mais bonitas que tenho observado na minha experiência cristã é a de uma família cristã adotando e criando um órfão.

Uma criança desprovida de tudo – alimentação e roupas necessárias, instrução e sobretudo amor e educação cristã – é recebida num lar cristão e começa a aceitar outras pessoas como pai e mãe. Os seus próprios pais, se ainda vivos, perderam o privilégio de acompanhar de perto o desenvolvimento do próprio filho. Os pais de criação, muitas vezes, sacrificam-se para que não falte o necessário para o seu filho adotivo. Para ele, os seus pais verdadeiros são estes que o criaram e amaram, zelando pelo seu bem-estar.

Existem cristãos em nossas igrejas que afirmam ser a família da igreja a sua verdadeira família. São os irmãos da mesma fé que os compreendem e que os ajudam na realização de seus ideais. Quanto mais a igreja procurar fazer a vontade de Cristo, tanto mais unida será a família de Deus. Fortalecem-se os laços de amor, quando irmãos andam juntos nas pisadas do Senhor Jesus Cristo. Queremos fazer parte da família de Cristo? Façamos a sua vontade!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here