Mulheres Cristãs: Sinto Desprezo Por Mim Mesma – 1

0
1106

De Mulher para Mulher : Sinto Desprezo Por Mim Mesma-1

 

Há pessoas que tem um vazio de amor muito grande, talvez são pessoas que alcançaram êxito em distintas áreas de sua vida, que alcançaram o que desejaram, mas no entanto , na área afetiva têm um grande vazio emocional. Muitas dessas mulheres são Cristãs, que amam ao Senhor, que já receberam a presença do Senhor, que aceitaram a Jesus Cristo em seu coração, porém necessitam ser amadas de uma forma extraordinária, ou seja, nunca é suficiente o amor que alguém possa lhe dar, são como barris vazios, na realidade sem fundo, porque tudo o que se dá nunca é suficiente. O amor que lhes dão não as completa e nem as conforma porque existe um vazio de amor que somente pode ser preenchido quando começam a amar a si mesmas, porque Deus encheu sua vida, mas ainda na área emocional elas sentem esse vazio que não se deram a si mesma e que é necessário que cada mulher conceda. São mulheres com uma ferida fundamental e esta ferida é uma relação insatisfatória com seu pai.
Quantas lembram bem da relação que tinham com seu pai na infância? Pensa como era seu pai, se era presente ou não, se o conheceu ou não, não importa, existe um pai, esteja ou não esteja presente, ou ainda se morreu, divorciou, se foi a outro lugar, não importa mas você escutava a palavra pai de algum lado. Em algum momento, um pai você teve, ainda que seja somente em sua mente. E então é essa relação insatisfatória com o pai, tornou uma imagem de si mesma corrompida. O amor por você mesma foi danificado por essa relação entre pai e filha.
Agora te vou mostrar diferentes estilos de pais que ferem suas filhas , porque nem todo pai ferem suas filhas, mas vou falar características que há em um pai que machuca suas filhas.

Primeiro: “ O Pai fraco”

É um pai que era um desocupado, que nunca trabalhava. É o pai alcoólico, jogador, que gastava todo seu dinheiro no jogo, ou ainda o pai mulherengo que todos conheciam no bairro porque se envolvia com todas as mulheres daquele lugar. E esse pai que ferida deixa na filha?
Deixa a ferida da vergonha. Se envergonha e se envergonhou toda a infância e por toda a sua vida de ter um pai bêbado, jogador e que todo mundo falava pra sua mãe: “ Seu marido fez tal coisa, seu marido me deve dinheiro, seu marido..” A ferida que ficou nessa mulher é a ferida da vergonha, ainda hoje essa vergonha se move com tudo o que tenha que fazer e enfrentar, talvez até com vergonha de si mesma.

Segundo: “ O pai que desvaloriza ou despreza o que significa ser mulher”

Há homens, há pais, que se dedicaram toda a vida a fazer entender a essa filha que ao invés dela desejaram um filho homem, pois o importante são os homens, ou ainda aqueles, que tratavam mal a sua esposa, e essa filha cresceu vivendo a desvalorização desse pai para com sua mãe. Cresceu escutando que ser mulher não é digno, não é válido, e todas as palavras que desprezavam a figura feminina. Qual é a ferida que fica em uma filha que foi desvalorizada por ser mulher? A ferida é a culpa e a rejeição, ou seja, essa mulher vai viver ao longo de sua vida se não for curada, sentindo-se rejeitado por outros homens.

Terceiro: “O pai imaturo”.
Esse é o pai eternamente jovem, é o que tem 50 ou 60 anos e acredita que ainda é um garoto de 20. Não quer amadurecer, é um homem que nunca consegue trabalho. Por exemplo: Os rockeiros tem 50 ou 60 anos e parecem garotos de 20, que nunca amadurecem em nenhuma área, vivem a vida como boêmios, e na realidade a ferida que produzem nos filhos é a insegurança, além de criarem filhos sem disciplinas, porque como esses não sabem ser disciplinados, acabam não sabendo como ensinar a uma filha ter disciplina em sua vida. Nesse caso a ferida maior é a insegurança porque nunca foi aprendido aqui limites, pois seus pais também não os tinham.

O limite a um filho lhe provoca segurança. Um filho que não tem limites, que faz o que quer, é um filho que terá problema mais adiante com tudo o que se refira autoridade. Neste caso, uma filha que é criada por um pai imaturo, lamentavelmente é uma mulher que vai lutar toda a sua vida com a insegurança.

(Continua…)

 

Por Alejandra Stamateas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here