Capa » Devocional Diário » Devocional Diário: Medo de Rejeição?

Devocional Diário: Medo de Rejeição?

Devocional Diário: Medo de Rejeição?

Quando conversamos sobre o medo do homem, o que realmente tememos? Tememos o que as outras pessoas vão pensar! Pense sobre isto: o que os pensamentos de outra pessoa podem nos fazer? Contudo, quantas vezes nos dobramos diante do inimigo simplesmente com base naquilo que alguém está pensando. A maior parte do tempo nem realmente sabemos o que os outros pensam, mas a raiz de rejeição sempre fará você pensar o pior. Permitimos que o diabo diga: “O que eles pensarão se você fizer isso? Se você se levantar, se tentar fazer isso, se falhar, o que todos vão pensar? Eles pensarão que você não ouviu a Deus! Eles pensarão que você é um fracassado. Eles pensarão isso… eles pensarão aquilo… eles pensarão algo mais”. Por que devemos deixar que os pensamentos dos outros governem nossa vida? Se eles têm um problema, pensarão o que quiserem a nosso respeito, não importa o que façamos!

O medo do homem é do que os outros pensarão, mas é também o que os outros dirão dele e farão a respeito disso. Penso que também tememos o que as pessoas não dirão ou farão! Se eu frzer algo e você não gostar, então me rejeitará, e não mais terei seu relacionamento e sua amizade. Você não conversará mais comigo ou prestará atenção em mim. Então, terei de lidar com a dor da rejeição. Mostrarei a você, por meio de alguns versículos da Bíblia, que Satanás usa o medo da rejeição para manter as pessoas fora da vontade de Deus. Observe o que Paulo disse em Gálatas 1.10: Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se eu buscasse popularidade entre os homens, não seria servo de Cristo (o Messias). Nós, realmente, gostaríamos de ser populares, não é? Nunca fui muito popular na escola, mas queria que todos os meus filhos fossem populares. Isso também não funcionou! Algumas vezes, queremos coisas por motivações erradas.

Eu queria que minhas filhas fossem tratadas como rainhas e animadoras de torcida, e meus filhos fossem tratados como “príncipes encantados” e craques de futebol. Eu me angustiava porque eles (e elas) realmente não tinham muitos amigos ou namorados. Mas, um dia, o Senhor me mostrou: “Você quer isso para eles porque você nunca o teve. Estou guardando-os de problemas porque tenho um plano para a vida deles”! Algumas vezes, quando os jovens são populares, a pressão dos colegas para manterem todos esses relacio­namentos termina levando-os à direção errada. Se Deus tivesse respondido às minhas orações pelos meus filhos para que fossem os estudantes mais populares da escola, as coisas poderiam ter terminado mal. Mas, agora, todos os meus filhos estão servindo ao Senhor e trabalham neste ministério. Todos são casados com cristãos. O que teria acontecido se Deus respondesse às minhas orações para que eles se tornassem populares? Vamos desejar a popularidade com Deus acima da popularidade com as pessoas. Não fique tão triste se você não tem 25 pessoas ten­tando ligar para seu número telefônico ou batendo à sua porta o tempo todo. Busque a Deus e deixe que Ele traga as pessoas certas para sua vida.

Uma vez que você entrou em um relacionamento, deverá mantê-lo, e isso faz com que pessoas “populares” sofram muita pressão por tantos relacionamentos. Anos atrás, antes de estar no ministério, eu pertencia a uma igreja. Havia um grupo de pessoas do qual eu queria participar. Eu me esforçava e conspirava… armava situações e manipulava… fazia favores e impressionava as pessoas… até entrar naquele grupo. Mas descobri que quando uma pessoa entra em relacionamentos por esses métodos, a única forma de permanecer ali é deixar que essas pessoas o controlem! Sabe o que aconteceu? Quando recebi o batismo no Espírito Santo e Deus me chamou para pregar, quando comecei a crer nas coisas em que creio hoje e a prosseguir, esse grupo disse: “Se você vai crer nas coisas que você diz que crê, não queremos mais nos relacionar com você! Escolha: ou nós, ou isso”! Essas pessoas eram cristãs! Não pense que o inimigo não usará seus melhores amigos para tentar desviá-lo da vontade de Deus! Eis por que você precisa ter convicção em seu coração do que Deus está lhe dizendo. A Bíblia diz que Jesus esvaziou-se de sua reputação, humilhou-se e, então, o poder de Deus lhe foi concedido (veja Filipenses 2.7-11).

Se estivermos preocupados com nossa reputação, poderemos realmente prejudicá-la. Se o alvo é manter nossa boa reputação, se ainda tentamos ser populares, essa é uma porta aberta para o diabo. Tudo o que ele tem de fazer é conseguir uma pequena rejeição, e nós seremos despedaçados!

Sobre Pastora Regiane

Esposa, mãe, escritora, tradutora e intérprete. Pastora de Jovens atualmente no Brasil. Junto com seu marido trabalhan no ministério de jovens e o ensino da palavra de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>