Reflexão Cristã – Amontoando Riquezas… Que Riquezas?

1
730

Reflexões – Amontoando Riquezas… Que Riquezas?

“Na verdade, todo homem anda qual uma sombra; na verdade, em vão se inquieta, amontoa riquezas, e não sabe quem as levará” (Salmos 39:6).

Você já viu uma lápide com um “$” escrito sobre ela? Eu nunca vi. Conhecemos centenas de pessoas que viveram ou ainda vivem com um único propósito: acumular riquezas.
Porém, não conhecemos ninguém que deseje que o juízo final para sua vida seja baseado naquilo que ele conseguiu ganhar.

As pessoas desejam que, em seu obituário, todos possam ler a respeito de sua vida a serviço da humanidade e não um balancete de sua riqueza.

Qual tem sido a nossa meta para uma vida vitoriosa e feliz?
Ganhar muito dinheiro? Parece que nos últimos dias tem aumentado o número de pessoas que se aplicam apenas a isso.

Até uma grande parte de nossas igrejas tem enfatizado a “benção de ficar rico”. Nos programas de televisão ou de rádio, os testemunhos dizem apenas isso: “Eu agora tenho dinheiro, tenho empresas, tenho carros, tenho…” e Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, que entregou Sua vida por nós em uma cruz, não é citado uma vez sequer.

Seria essa a grande bênção a alcançar para nossas vidas espirituais? Seria esse o caminho da vida abundante e eterna? Foi para isso que o Senhor nos salvou?

Ser um vencedor não significa ter um grande patrimônio financeiro. Ter uma vida abençoada não implica em aumentar a conta bancária. Melhor que todo o ouro e prata deste mundo é estar feliz diante do altar de Deus, é ter a certeza de que Ele caminha ao nosso lado e que jamais nos abandonará, é poder deitar e descansar tranquilamente. Ele nos prometeu suprir as necessidades, não seria isso o bastante? E se Ele quiser nos dar muito dinheiro, glórias a Ele.

Estaremos muito alegres, não apenas pelo dinheiro em si, mas, pela bênção do Senhor ter desejado no-lo dar.

No dia em que o Senhor vier nos buscar, não lhe mostraremos o extrato de nossas contas, mas os nossos corações, cheios de amor, de bondade, do prazer de poder seguir com Ele para as mansões celestiais.

1 COMENTÁRIO

  1. Realmente, não apresentaremos ao Senhor nada q/ conquistamos financeiramente. As riquesas são boas qdo administradas na presença de Deus. Amei a meditação.
    Iára Maria

Deixe uma resposta