Ministério de Casais: O exercício do Perdão

1
1139

Estudo : O exercício do Perdão
Vivendo a Graça

 Princípio Chave da Lição: Errar é um ato, uma iniciativa humana.  Porem perdão é um ato, uma iniciativa divina.

Introdução:  O perdão é uma manifestação da graça de Deus, e deve ser praticado como um exercício diário .  Devemos aprender a conviver com as limitações do outro, evidentemente nos recusando a aceitar o erro como coisa natural na vida das pessoas.  Aprender a conviver com as atitudes erradas, sem concordar com elas e ao mesmo tempo amenizar as amarguras, impedindo que feridas surjam na alma, observando o mandamento de perdoar sempre, independente do que sentimos.A amargura nos priva da graça de Deus.  Não deixe o “mofo”do ressentimentos contaminar tua alma, existe uma esperança.  Jesus é Balsamo de Gileade, a cura para aqueles que se encontram com o coração ferido pelos sofrimentos da vida.  Ele está de braços abertos te esperando.  (Jô 15: 12)

I – Jesus Cristo nos deu exemplos
1.  Um modelo Jesus nos deu o exemplo de perdão como algo fundamental na vida cristã.  Este exemplo ocorreu no pior momento de Sua vida, quando desarticulou e desestruturou o império das trevas.

2.  Uma necessidade O perdão na vida cristã é a base do relacionamento entre o homem e o seu Criador.  É uma doutrina básica da fé, onde se torna urgente sua prática diária, para que ninguém se prive da graça de Deus.

3.  O mesmo Espírito em João 13:35, Jesus disse: “…  Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”.  A vida cristã tem uma identificação, o amor.  O mesmo Espírito que levou o corpo inerte de Jesus da sepultura, está em nossos corações.  Somos o templo do Espírito Santo.

II – Três Características Do Perdão De Cristo
1.Perdão Unilateral Você toma a iniciativa, oferece o perdão, busca a restauração, compreende que o perdão é uma decisão da vontade e não um mero sentimento.  Somente você pode impedir de perdoar alguém.  É você quem decide.  Isso independente dos sentimentos.  Quando você exercita a prática do perdão, Deus cura os ressentimentos e as feridas da alma.

2.Perdão Incondicional “Perdôo se”…  “Se não”…  “Isto nunca”!  As pessoas que não tomam essa decisão de perdoar de forma incondicional demonstram que estão contaminadas pelo veneno da alma: a amargura.  O inimigo tem procurado de muitas maneiras criar situações que gerem raiz de amargura, mas se exercermos o mandamento do perdão, suas intenções cairão por terra.

3.Perdão: o antídoto contra a amargura A amargura é um sentimento perverso, porque produz uma reação em cadeia:
A amargura foi gerada no coração devido a falta de perdão.
As mágoas ou recordações dolorosas fazem parte dos pensamentos, e freqüentemente s”~ao verbais no dia a dia ou ficam escondidas no interior do coração.
A pessoa começa a se isolar, criando muros, tornando-se rude e insensível com Deus e com os homens , gerando outras raízes de amargura.
Surgem mais culpa, baixo auto estima, doenças psicossomáticas, depressão e até o câncer.  Jesus com seu exemplo de amor e perdão, reverte toda raiz de amargura em vida abundante.  Libere o perdão quem lhe ofendeu e deixe o Espírito Santo sarar suas feridas.

III- Exercendo o Perdão Total e Definitivo Por ser um ato de nossa vontade, o perdão deve ser exercido diariamente, toda vez que fizer necessário.  Parece ser algo fácil perdoar, mas como todo exercício, requer na realidade determinação, disciplina, perseverança e uma boa dose de humildade, para que o perdão faça parte de seu estilo de vida.

Conclusão A partir do momento que você decide perdoar , colocará em pratica a vida cristão e todas as suas implicações.  Sairá da teoria, porque com Deus, tudo é pratica.

Terapia Conjugal
1.  Faça uma lista numa folha de papel com o nome de todas as pessoas que você precisam liberar o perdão, e orem juntos para o Senhor Jesus confirmar isso em suas vidas.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMensagem Cristã: Andando na Luz
Próximo artigoApresentação Cristã: Como gerar um filho sábio !
Esposa, mãe, serva e amante de Deus. Trabalha juntamente com seu esposo pastoreando e ministrando vidas nas quais Deus os confia! Tem como foco principal a edificação do Corpo de Cristo para que todos nós alcancemos a Plenitude de Cristo (Efésios 4:13) Por isso criou Estudos Cristãos e dedica-se a ele com muito amor e carinho.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta