Capa » Reflexões Cristãs » Reflexão Cristã : Esperança Eterna

Reflexão Cristã : Esperança Eterna

Reflexão Cristã  : Esperança Eterna 

A esperança é um mecanismo que fomenta o sonho e mantém o ser humano lutando para viver, planejar e construir. A esperança não é contra a realidade, mas sim contra o cinismo e o desespero. O ser humano sempre teve esperança quando não havia saída, viveu o impossível, e conseguiu construir com muito poucos recursos para tal.

O livro de Provérbios, na Bíblia, declara que “o coração alegre é bom remédio”. Este conhecimento tão antigo tem sido reconfirmado nesta era moderna. Por exemplo, descobriu-se, após a II Guerra Mundial, que prisioneiros americanos convictos de que sobreviveriam e que mantiveram a mente e o espírito concentrados na sua vida futura, sobreviveram com muito menos seqüelas do que aqueles que achavam que jamais voltariam para casa.

O Dr. Martin E. P. Seligman, da Universidade da Pensilvânia, já fez várias pesquisas sobre a causa da depressão, um distúrbio que afeta milhões de pessoas todos os anos. Concluiu que, para pessoas depressivas, o mínimo obstáculo é uma barreira intransponível e consideram desnecessário reagir, porque “não faz diferença mesmo”.
Ele me disse que uma “boa terapia” começa quando a pessoa volta a acreditar que pode ser eficiente e assumir o controle de sua própria vida.

Conheci o esposo de uma alcoólatra que o decepcionou repetidas vezes. Ele, porém, nunca perdeu a esperança de sua recuperação.
Uma noite, após tê-lo constrangido na frente de velhos amigos, ela desatou a chorar perguntando por que ele não a abandonava.
— Porque penso em você como aquela linda pessoa que era — respondeu.
— E acredito que essa pessoa ainda existe.
Conclusão, ela acabou recuperando-se.

Para nós, ter esperança é algo tão natural como o fato de que sementes brotam e o sol nasce todos os dias, e talvez justamente por isso tenhamos esperança.
Parece que a esperança assina seu nome na terra, no céu, no mar e em tudo o que tem vida. Mas, por mais natural e vital que a esperança seja, podemos perdê-la, e no caso de muitos de nós ela simplesmente se cansa à medida que nós nos cansamos de viver.
Exatamente pelo fato de ela fazer parte do fluxo natural da vida, é automaticamente liberada pela remoção dos impedimentos naturais. Algumas sugestões:

Tenha esperança para o momento. Em algumas ocasiões é difícil acreditar no futuro, pois ficamos temporariamente sem coragem. Quando isso acontecer, concentre-se no presente. Cultive “as pequenas alegrias” até a coragem voltar. Conte com a beleza do próximo momento, da próxima hora, da certeza de uma boa refeição, de uma boa noite de sono, de um bom livro e de um bom filme, e da grande probabilidade do sol raiar no dia seguinte. Apegue-se tenazmente ao presente até ter forças para pensar no futuro.

Aja. Há alguns anos um estranho me escreveu: “Quando não vejo uma saída, vou e faço algo assim mesmo.” É um bom conselho para qualquer um que se sinta paralisado pela angústia.

Acredite na esperança. Acredite que os pessimistas não têm vez com a verdade. Essas pessoas preferem viver na névoa da incredulidade a arriscar uma decepção. Quando caímos, o que nos inspira a levantar e acreditar que “amanhã vai ser outro dia” é justamente a maturidade, não a infantilidade. A esperança não é uma mentira, ela é a própria verdade.
Portanto convoque a esperança, pois é tão certa quanto o céu aberto num dia de Primavera. Ela em si já é uma meta, um exercício de bravura, uma mentalidade, um estilo de vida e um estado de espírito.

Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja com todos vocês!

Sobre Pastora Regiane

Esposa, mãe, escritora, tradutora e intérprete. Pastora de Jovens atualmente no Brasil. Junto com seu marido trabalhan no ministério de jovens e o ensino da palavra de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>